A Máquina do Tempo do Vaticano



Cronovisor (do grego, que significa ‘reprodutor visual do tempo’), seria uma tela em que é possível ver todos os eventos do passado, que teria sido criada pelo Vaticano nos anos 50.

Padre Pellegrino Maria Ernetti (1925-1994), além de padre foi um cientista, que teria sido o principal desenvolvedor do Cronovisor, junto com o também pade Agostino Gemelli (1878-1959), fundador da Universidade Católica del Sacro Cuore, em Milão, médico e psicólogo, além de outros cientistas.

Em Maio de 1972, a revista semanal italiana, La Domenica del Corriere, publicou uma imagem que o Padre Ernetti dizia ter obtido através do Cronovisor, a imagem da face de Jesus Cristo agoniando na cruz.
O Cronovisor captura imagens de um passado perto ou distante na forma de holograma através de um espaço em um design cilíndrico.

No livro entitulado ‘O Cronovisor do Padre Ernetti’, de Peter Krassa, nos conta algumas afirmações do Padre Ernetti.
“Nós tentamos recapturar as imagens do dia da crucificação de Cristo. Mas tivemos alguns problemas. Crucificações eram muito comuns naquela época. Pessoas eram pregadas na cruz todos os dias. E também não ajudou saber que Jesus Cristo usava uma coroa, porque ao contrário do que pensam, isso também era comum.” 
E então eles tiveram que voltar alguns dias atrás, para a Santa Ceia. “Nós vimos tudo” disse o Padre Ernetti. “A agonia no jardim, a traição de Judas, o julgamento.”

Padre Ernetti afirmava que filmaram, porém nenhum rastro das filmagens jamais foi encontrado.
Outros cientistas como o engenheiro espacial Wernher von Braun, e o físico italiano, Enrico Fermini, criador do primeiro reator nuclear, estariam envolvidos no projeto.

No livro vemos que o Padre diz ter visto uma produção do ano 169 a.C. da tragédia grega “Tiestes“, a qual é considerada um trabalho perdido na Modernidade, pois apenas pequenos fragmentos do texto permanecem intactos.
A maioria crê que o Padre Ernetti não era apenas um homem religioso, mas também um homem íntegro e que não teria motivos para inventar uma fábula dessas sobre o assunto, além de ser um exímio profissional.

Mas poderia ter sido também algum tipo de alucinação e entusiasmo dos padres-cientistas? Assim como outros mistérios, estaria a Igreja Católica escondendo mais esse segredo?

Talvez apenas Ernetti saberia essa resposta, e quem sabe alguns amigos seus, e é claro, o Vaticano. Mas de qualquer forma, uma máquina dessas seria bem útil para estudarmos a nossa verdadeira história, como ela é.
Veja também:

O Fim da Era do Petróleo – Carros Elétricos e Combustível Grátis

 

Compartilhe e avante: 

 

 

Ajude o Blogger em qualquer valor será de grande ajuda.